Resenha: Galveston - Nic Pizzolatto

08:48:00 Gabriela Mélo 4 Comments

Após receber o diagnóstico de um câncer terminal, Roy Candy suspeita que seu chefe -um agiota de Nova Orleans- o quer morto. Felizmente, ele consegue se safar da emboscada e leva consigo a única sobrevivente, uma prostituta de 18 anos que atende pelo nome Rocky.


Sem muitas opções, eles precisam confiar um no outro. Juntos acabam indo para a cidade de Galveston, no Texas - onde conhecem mais sobre si mesmos do que todo tempo em que viveram.


Galveston é um tipo de leitura a qual eu não estava habituada. O livro é narrado em primeira pessoa, pelo próprio Roy e assim, conhecemos muito do personagem. 


Roy é muito observador. Ele analisa o próximo de forma profunda e precisa, assim não temos uma visão limitada dos outros personagens. 


É um romance forte, violento e másculo -digamos assim. Ele é um típico texano, o livro está coberto de sua masculinidade. E isso fica muito perceptível nas partes que ele analisa Rocky. 


Nic Pizzolatto -também criador da série True Detective - nos leva facilmente ao ambiente, sua descrição é incrível. Houve momentos que eu pude sentir o calor do ambiente na minha própria pele.


A história tem uma ação muito forte e próxima da realidade -totalmente diferente dos filmes que estamos acostumados, onde o protagonista sempre se dá bem nas lutas e vence seu inimigo. 


Roy é um cara como outro qualquer, a diferença é a vida que ele traz nas costas. Assim com qualquer outro homem -de carne e osso-, ele tem medo. Gostei muito disso na história, o fato dele ser "humano" -com medos, preocupações, fraquezas.


O relacionamento dele com Rocky é um fato importante do livro, representa a mudança -em ambas as vidas. Eles não são os mocinhos, carregam um passado nas costas, mas a convivência os faz mudar.

O passado não é real.


 É de fato um livro bruto, porém muito viciante. Quando o escolhi, tive certeza que estava fazendo uma escolha pretensiosa, pois eu sabia que não era o tipo de leitura que eu costumo abraçar. Foi uma experiência fantástica! Gostei tanto da história que me surpreendi.


O livro é um universo de masculinidade incontida, mas é realista. Normalmente gosto de livros que me levam para fora da realidade. Galveston conseguiu equilibrar a ficção com uma representação real de seres humanos. Recomendo para quem gosta de ação e para aqueles que, como eu, gostam de se aventurar.

Espero que tenham gostado da resenha! Deixem comentários :)





4 comentários:

  1. Adorei a resenha! Gosto de livros nesse estilo. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou :3 É um livro muito bom! Tenho certeza que você irá gostar!!!
      Beijão!!!

      Excluir
  2. Vc flw tanto desse livro, que fiquei curiosa p ler rs.
    Bjs!

    sonholiterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então não perca tempo!!! É uma história muito boa ;)
      Beijão :3

      Excluir