Resenha: Os Filhos de Anansi - Neil Gaiman

11:59:00 Gabriela Mélo 4 Comments

Essa história começa assim como a maioria das coisas: com uma canção.

Charlie é um rapaz comum com uma vida não muito movimentada e um emprego tedioso. Ele está prestes a se casar com sua adorável noiva, Rosie, que termina convencendo-o a convidar seu pai -com quem não fala há vinte anos- para o casamento, como uma proposta de reconciliação familiar.


O que ele não sabia, é que esse não tão simples feito mudaria sua vida por completo. Charlie sempre teve problemas com o pai. Claro, problemas que apenas ele via. O pai se divertia muito às custas dele e ele odiava ser humilhado publicamente.


Então, cumprindo o pedido da noiva, Charlie tenta entrar em contato com o pai, mas acaba descobrindo por uma vizinha antiga que ele faleceu.


Ele vai à cidade em que seu pai morava para o funeral e descobre coisas absurdas sobre ele e sua família, como por exemplo, que tem um irmão e, não menos importante, que é filho de Anansi, um deus aranha.


Os problemas realmente começam quando Charlie bebe um pouco demais e acaba chamando o irmão, Spider -que é totalmente o oposto dele: alto, confiante e as coisas realmente acontecem para Spider.
O irmão planejava ficar apenas algum tempo em sua vida, porém ele termina gostando muito da vida de Charlie, tanto que começa a roubá-la do irmão. 


Logo, Fat Charlie -como o pai o apelidara quando menino- vê a enorme encrenca que se meteu e procura inúmeras formas de se livrar de Spide -o irmão mais maneiro.


Neil Gaiman é um autor excepcional. Em "Os Filhos de Anansi", ele explora a mitologia africana em um misto de comédia e horror que apenas ele seria capaz de criar. Eu jamais imaginei que esses dois gêneros poderiam funcionar juntos, até ler esse livro.


No início, senti falta do tom sombrio do autor, mas com o tempo a história vai acontecendo -cada coisa em seu tempo- e aí começam os sustos. 
 
   
Gostei muito dos animais em forma de gente - os deuses do mundo de Anansi. Todos os personagens do livro são muito particulares. O misto de humor e terror foi o que deu vida a ele e o que o deixou mais assustador. Gaiman tem intimidade com as palavras de uma forma que poucos autores têm.


Essa edição lindíssima da Intrínseca, possui uma cena cortada da primeira edição e dois textos exclusivos do autor. É uma verdadeira obra! O livro tem muitos detalhes e foi produzido com muito carinho e cuidado.


Recomendo a todos! Principalmente, àqueles que não têm problemas para dormir à noite.






4 comentários:

  1. To bem curiosa pra ler esse livro. Neil Gaiman é um autor excepcional!

    Zona de Conspiração | Facebook da Zona | Canal do Zona

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor!
      É um livro muito bom! Tenho certeza que você irá gostar!
      Beijão :*

      Excluir
  2. Oi lindaaaaa, to criando coragem p ler o Oceano, que ta a um ano na estante e não tenho influencia suficiente p começar.
    Esse cara tem uma expressão de louco nessas fotos rs.

    sonholiterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiiiiiiiiii! Quando você ler, vai se perguntar o porquê de demorar tanto! Tenho certeza que vai amar!
      É um livro maravilhoso!
      Beijão :3

      Excluir